Sophia

Fórum de Partilha de Conhecimentos
Data/Hora: Quinta Jul 31, 2014 9:37 pm

Todos os horários são GMT





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 2 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Consequências Negativas da Radiação no Corpo Humano
MensagemEnviado: Terça Jun 29, 2010 10:56 pm 
Offline
Avatar do utilizador
 Email  Perfil

Registado: Segunda Fev 23, 2009 12:39 pm
Mensagens: 105

Sponsored Links


Consequências Negativas da Radiação no Corpo Humano...

...as quais estão presentes no nosso dia-à-dia.

Imagem



Importa começar por referir o que é a radiação: ondas de energia com uma dada frequência (esta não é uma definição técnica). A frequência (que pode ser entendida como os ciclos por segundo dessas ondas) faz variar o tipo de radiação em causa – quanto maior a frequência, maior a energia associada à radiação. Do mais fraco para o mais forte (em termos de frequência, ou energia, se preferirem) temos:

  • Rádio - como o nome indica, as ondas de rádio, televisão, WiFi*, telemóveis*, etc., incluem-se nesta categoria;

Imagem
Rádio Telescópio – capta radiações nesta gama, vindas de todo o universo.


  • Microondas – aquelas que conseguem aquecer os alimentos, num aparelho que tem o mesmo nome;
  • Infravermelho - radiação emitida pelos corpos humanos, por exemplo, daí que estes possam ser vistos com câmaras sensíveis a esta radiação;

Imagem
Fotografia de um cão na gama do infravermelho.


  • Visível - luz que conseguimos ver, também é uma forma de radiação;
  • Ultra-violeta –aquela que devem evitar em certos dias de Verão, mas que também é chamada de “luz negra” e que existe, por exemplo, nas discotecas;
  • Raios-X – usados em exames médicos, um “contacto” frequente com este tipo de radiação pode ter graves consequências para a saúde;

Imagem
Primeira radiografia da história, feita por Rontgen à mão da sua esposa.


  • Raios Gamma – emitidos por estrelas, felizmente não chegam até nós.
*Estes também podem ser colocados na gama das microondas, depende da convenção de qual a gama de frequências que inclui...

Poderiam pensar: faria sentido que só a radiação mais energética que a visível é que nos deveria fazer mal, visto que estamos expostos à luz todos os dias, e não é por isso que ficamos pior de saúde. Na verdade não é bem assim, pois basta lembrarem-se que a própria luz do Sol, mesmo contando que não haja elevados níveis de radiação ultra-violeta, pode conduzir a graves doenças de pele, se se deixarem “queimar” por ela. E quando é que isso acontece? Quando têm uma exposição prolongada. Portanto, para pensar na questão das consequências que podem surgir do contacto da radiação com o corpo humano, é necessário não só pensar no nível energético da radiação em causa, mas também no tempo a que estão sujeitos a ela.

E é claro que é devido a este último factor que a radiação menos energética pode trazer problemas, em particular a proximidade contínua que temos com telemóveis.
No entanto, não existem ainda estudos conclusivos e definitivos sobre as consequências da prolongada exposição às ondas rádio, ainda que a comunidade científica concorde que existe o risco de contracção de cancro, bem como de outras doenças crónicas, principalmente para crianças. É, por isso, expressamente desaconselhável dar um telemóvel a uma criança! Sempre que possível, é preferível enviar uma mensagem (sms), do que telefonar. Se possível, também, não manter o telemóvel junto ao corpo; se o puderem deixar sempre a mais de meio metro de vós, melhor ainda! De modo semelhante, se puderem ter o portátil ligado por cabo, do que a usar wireless, a vossa saúde sairá beneficiada.

Outro assunto que talvez tenham interesse em saber, é em relação à radiação que os cabos de elevada tensão transmitem para o meio em redor. Estes cabos criam campos eléctricos bastante poderosos, mas que decaem muito rapidamente com a distância, apresentando só algum perigo para quem estiver muito próximo deles (alguns centímetros). Outro tipo de campos que também são criados, são os magnéticos, sendo estes também praticamente inofensivos, visto que os valores não chegam a 10% do valor a partir do qual se considera perigoso (valor esse que existe nos comboios de levitação magnética – MAGLEV, embora aí deva de existir algum mecanismo para “anular o efeito”). Ainda assim, a OMS (Organização Mundial de Saúde) é um pouco mais reticente quanto à prolongada exposição de crianças a estes campos magnéticos, podendo nestas desenvolver-se uma forma de cancro: leucemia (ainda que não seja sempre, nem ainda está explicado como tal é possível, aliás, nem as estatísticas feitas são aceites, pois existe falta de dados: poucos casos de leucemia, e pouca gente a viver junto de linhas de Muito Alta Tensão). Quanto a outros animais, tanto quanto se sabe, não são afectados por estes campos electromagnéticos.

Para concluir, pergunto-vos se já viram o famoso vídeo em que se vê telemóveis a fazer pipocas?
Se não, podem ver aqui (clicar sobre a imagem para ser redireccionado para o vídeo):



Isto é uma montagem! As ondas de telemóvel não conseguem gerar calor suficiente para tal, nem que fossem dezenas de telemóveis. Podem comprovar o desmentir dessa teoria, pela própria pessoa que a inventou (clicar sobre a imagem para ser redireccionado para o vídeo):






kelker


Topo
 
 Assunto da Mensagem: Re: Consequências Negativas da Radiação no Corpo Humano
MensagemEnviado: Quinta Maio 19, 2011 6:25 pm 
Offline
Avatar do utilizador
 Email  Perfil

Registado: Segunda Fev 23, 2009 12:39 pm
Mensagens: 105
---------
Versão mais recente no blog:


Sponsored links



Topo
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 2 mensagens ] 

Todos os horários são GMT


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes


Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
cron

Criar Um Forum · php-BB© · Internationalization Project · Reportar abuso · Termos De Uso/Política De Privacidade
© Forums-Free.com 2009